quinta-feira, 24 de maio de 2018

[BBC] Tudo sobre a greve dos caminhoneiros que parou o Brasil

|| || Nenhum comentário
| Reportagem escrita por André Shalders e retirada do site BBC BRASIL. Para ler a reportagem original clique aqui ou copie o link -> http://www.bbc.com/portuguese/brasil-44205870 <-



Quem são e o que querem os caminhoneiros que estão parando o país?

  • 24 maio 2018

Quem está organizando as manifestações?



Greve de caminhoneiros em Santana do Livramento (RS)Direito de imagemMARCELO PINTO / APLATEIA 
Image captionGreve de caminhoneiros em Santana do Livramento (RS), nesta quarta-feira

Não existe uma organização que possa ser apontada como líder da paralisação - na verdade, a proposta de greve começou a circular de forma espontânea em redes sociais e grupos de WhatsApp de caminhoneiros. Mas uma das principais entidades envolvidas é a Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos (CNTA), que congrega a maioria dos sindicatos de motoristas autônomos.
"Começou com os autônomos. Mas como a situação está ruim para todos, as empresas (e os motoristas contratados por elas) também aderiram. E aí surgem várias associações, várias pessoas querendo representar. Tem também alguns que são pré-candidatos (às eleições de 2018)", diz o caminhoneiro Ivar Schmidt, um dos principais líderes dos protestos de caminhoneiros de 2015, que afirma não estar à frente das movimentações atuais.
O último balanço dos grevistas, do começo da noite de quarta, mencionava 253 pontos de protestos, atingindo 23 Estados brasileiros e o Distrito Federal.

Quais setores da economia já foram atingidos?

Após 72 horas de paralisação, os efeitos da greve de caminhoneiros foram sentidos em várias partes do país e em vários setores econômicos.
Houve relatos de falta de combustíveis em alguns postos de gasolina na Baixada Santista, no litoral paulista, e em cidades do interior de São Paulo como São José dos Campos, Taubaté e Jacareí. Em Recife (PE) e no Rio de Janeiro (RJ) também houve desabastecimento.
Quem está com o tanque do carro vazio também pode ter problemas ao tentar pegar um ônibus: as empresas de São Paulo já avisaram que terão dificuldade para retirar os veículos das garagens nesta quinta, por falta de combustível. A Prefeitura da capital paulista anunciou a suspensão do rodízio municipal de veículos, afirmando que a previsão era de que 40% da frota de ônibus ficasse fora de circulação.
Alerta semelhante foi feito pela Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado do Rio de Janeiro. Em Recife, já houve redução na frota de ônibus, para evitar a falta de combustíveis.
Na alimentação, o impacto também já era sentido. Segundo a Associação Brasileira de Supermercados (Abras), as lojas de alguns Estados do país já começam a sofrer com o desabastecimento de alimentos, especialmente de produtos menos duráveis como frutas, verduras e legumes.
A Ceagesp, maior distribuidora de alimentos frescos da América Latina, informou que o saco da batatas passou de cerca de R$ 70 para R$ 200 - o mesmo aconteceu em centros de distribuição de alimentos de outros Estados. Do lado da produção, frigoríficos estimam que os prejuízos já superam os R$ 200 milhões com as exportações de carne suína e de frango, que deixaram de ser feitas.
Em outro desdobramento, os Correios informaram que suspenderam alguns tipos de entregas rápidas (como algumas modalidades do serviço Sedex). O aeroporto de Brasília informou que ficará sem querosene de aviação para reabastecer as máquinas a partir de quinta-feira. O mesmo foi dito nos aeroportos de Congonhas (SP), Recife (PE), Palmas (TO), Maceió (AL) e Aracaju (SE).
Além disso, é possível que trabalhadores de outros setores da economia cruzem os braços: o Sindicato dos Estivadores do Porto de Santos (SP), o maior do Brasil, anunciou paralisação em solidariedade aos caminhoneiros. Dificuldades de escoamento fizeram com que montadoras de automóveis no Rio Grande do Sul, Bahia e São Paulo interrompessem a produção nas fábricas.

Quais são as reivindicações dos caminhoneiros?



Greve de caminhoneiros em Santana do Livramento (RS)Direito de imagemMARCELO PINTO / APLATEIA 
Image captionDistribuição de alimentos e viagens aéreas podem ser prejudicadas ainda mais se a greve continuar

A principal exigência é a queda no preço do óleo diesel: segundo os representantes dos transportadores, o custo atual do óleo torna inviável o transporte de mercadorias no país.
"Hoje, um caminhão grande usa até R$ 2 mil de óleo diesel por dia. Isso aí no fim do mês é um rio de dinheiro", afirma Ivar Schmidt. A margem de lucro da atividade é tão baixa, diz Schmidt, que hoje os caminhoneiros trabalham "só para cumprir tabela (sem ganhar nada)", diz ele.
Para reduzir o preço do diesel, as entidades querem que o governo estabeleça uma regra para os reajustes do produto - hoje, os preços flutuam de acordo com o valor do petróleo no mercado internacional e a cotação do dólar.
Além disso, há outras reivindicações na pauta dos caminhoneiros, diz Ariovaldo de Almeida Silva Júnior, presidente do Sindicato dos Caminhoneiros (Sindicam) de Ourinhos (SP). "Queremos também a isenção do pagamento de pedágio dos eixos que estiverem suspensos (quando o caminhão está vazio e passa a rodar com um dos eixos fora do chão). Defendemos a aprovação do projeto de lei 528 de 2015, que cria a política de preços mínimos para o frete, e a criação de um marco regulatório para os caminhoneiros", lista ele.
"O caminhoneiro faz um cálculo do custo do frete (antes de partir). Agora, o caminhoneiro às vezes viaja durante cinco dias. Teve semana que o diesel subiu todos os dias (invalidando a estimativa de custo)", diz ele.

Por que é tão fácil para os caminhoneiros jogarem o Brasil no caos?

Basicamente, porque o país depende fortemente do transporte rodoviário para transportar bens, pessoas e produtos - inclusive matérias-primas e insumos como os combustíveis.


Engarrafamento provocado pela greve de caminhoneiros em rodovia do Rio de Janeiro nesta quarta-feiraDireito de imagemFERNANDO FRAZÃO / AGÊNCIA BRASIL 
Image captionOs caminhoneiros também pedem um preço mínimo para os fretes. Na foto, congestionamento em rodovia do RJ nesta quarta

Diferentemente de outros países com território de tamanho parecido, o Brasil tem poucas linhas de trens para escoar a produção - são 29 mil quilômetros de ferrovias, contra 86 mil km na China, 87 mil km na Rússia e 225 mil nos EUA. Os dados são da consultoria de logística Ilos.
O resultado é que, hoje, 90% dos passageiros e 60% da carga que se deslocam pelo país são movimentados em rodovias, de acordo com a Confederação Nacional do Transporte (CNT), entidade sindical das empresas do setor.

| Reportagem escrita por André Shalders e retirada do site BBC BRASIL. Para ler a reportagem original clique aqui ou copie o link -> http://www.bbc.com/portuguese/brasil-44205870 <-

segunda-feira, 21 de maio de 2018

A nossa história nunca morrerá

|| || Nenhum comentário

A nossa história nunca morrerá. Passe o tempo que for, podemos não estar mais junto, mas toda vez que alguém ler os textos que escrevi sobre nós, sobre a nossa história de amor, nossa história ganhará vida de novo.

A cada nova página que as pessoas lerem, a cada novo acontecimento retratado naqueles textos, a nossa história se repetirá, só que pela 1ª vez na vida daquela pessoa.

Apesar de agora ser só lembranças, na vida daquela pessoa a nossa história ainda está viva. Os textos são a prova de que a nossa história um dia existiu. É aquela história "se um escritor se apaixonar por você, você nunca morrerá, pois viverá para sempre nas páginas de livros que outras pessoas irão se apaixonar um dia".

Obrigada por ter surgido na minha vida e por ter me permitido te eternizar nos meus textos. Eu sou grata por isso.


| 16 de maio de 2018 |

sexta-feira, 18 de maio de 2018

[MSN] Conheça as regras reais que Meghan Markle deverá seguir

|| || Nenhum comentário

Por casar-se com o príncipe Harry , a atriz Meghan Markle deverá seguir algumas regras impostas à maioria dos membros da realeza. Embora alguém quebre uma ou outra tradição eventualmente, a família costuma adotar uma série de protocolos que você conhecerá a seguir.




sábado, 12 de maio de 2018

O meu homem dos sonhos

|| || Nenhum comentário

Eu sou uma pessoa romântica, que acredita em destino, que acredita que nascemos pré-destinados a ficar com alguém e que isso vai acontecer de qualquer forma, não importa o que aconteça, no final, essas duas pessoas vão se encontrar e vão ficar juntas.

Apesar de já ter me envolvido com vários caras, sei que nenhum deles é AQUELE cara, sei que o meu homem está por aí nesse mundão, só esperando a hora para nos encontrarmos e sermos felizes juntos.

Eu sei que ele vai ser a realização de todos os meus sonhos, sei que ele vai ser tudo o que eu sempre pedi e que nossa conexão vai ser de outras vidas, mas enquanto não chega o momento certo para nos conhecermos e ficarmos juntos, gosto de ficar imaginando como ele vai ser.

O meu homem dos sonhos é, fisicamente, uma mistura de Chris Hemsworth e Paul Wesley, alto, loiro e barbudo, de porte atlético e com uma cara de poucos amigos (mal). Que seja bom de briga como o Anderson Silva, e não meça esforços para me proteger de assediadores, tarados ou de qualquer perigo, no geral. Que ele seja aquele cara que só de bater o olho já assuste os caras abusados e, por medo, eles nem se atrevam a me olhar.

Quero alguém que me proteja como o Ashton Kutcher protege a Katherine Heigl no filme "Par perfeito", e faça com que eu me sinta segura com ele; mas que também seja cavalheiro e me trate como uma princesa, assim como o Edward Cullen é com a Bella na saga 'Crepúsculo'.

Quero alguém que seja inteligente, trabalhador, com visão de futuro, tenha planos, metas e cobiça, no bom sentido, é claro, e que tenha vontade de crescer comigo.

Que não seja machista ou preconceituoso, que me entenda, entenda o jeito que sou, o meu trabalho e os meus sonhos. Que ele seja o meu maior admirador e apoiador, e torça por mim e pela minha felicidade, independente de tudo.

Quero ser a maior prioridade dele, assim como ele vai ser para mim. Mas, mais que isso, que ele me ame com todo o seu coração, porque eu sei que no dia que eu encontrar o meu homem, o amarei com todo o meu coração, mesmo se ele for baixinho, careca e sem barba.

B., mal posso esperar para te encontrar e nunca mais nos separarmos, mas sem pressa, sei que temos a nossa vida inteira para ficarmos juntos.



Ass, a pessoa que conta os dias para te reencontrar. 
Estou com saudades. Espero que falte pouco.

quarta-feira, 9 de maio de 2018

O que fazer em Recife (PE)?

|| || Nenhum comentário
Esse é um post que eu queria ter feito no final do ano passado, logo que voltei da minha viagem para Recife, porém por motivos de organização, falta de tempo e prioridade de posts, optei por postar só agora.

Recife é a capital do estado do Pernambuco, localizado na região Nordeste do Brasil. Com aproximadamente 1 milhão 634 mil habitantes, Recife é muito conhecida por seu Carnaval, pelo frevo e por suas praias.

Colonizada por holandeses, Recife lembra, em muitos pontos, a cidade de Amsterdam (Holanda), e isso foi proposital. Quando colonizaram, os holandeses tentaram fazer de Recife a nova Amsterdam, por isso a semelhança.

Com uma cultura riquíssima, Recife é uma das minhas cidades preferidas do Brasil. É o tipo de cidade que eu moraria sem reclamar.

Mas então, o que fazer em Recife?


 ▴ | Instituto Ricardo Brennand


Reprodução/Google
O Instituto Ricardo Brennand é um espaço cultural sem fins lucrativos, inaugurado em 2002, que expõe a coleção particular de obras, livros, armas e objetos, de uma forma geral, do empresário pernambucano Ricardo Coimbra de Almeida Brennand.

"Localizado em um complexo arquitetônico em estilo medieval, o instituto possui uma coleção permanente de objetos histórico-artísticos que vai da Baixa Idade Média ao século XXI, com forte ênfase na documentação histórica e iconográfica relacionada ao período colonial e ao Brasil Holandês, incluindo a maior coleção do mundo de pinturas de Frans Post, com vinte obras.

O Instituto também abriga um dos maiores acervos de armas brancas do mundo, com mais de 3.000 peças, a maior parte proveniente da Europa e da Ásia, produzidas entre os séculos XIV e XXI.

Já a biblioteca, possui mais de 60 mil volumes, datados do século XVI em diante, destacando-se as coleções de brasiliana e obras raras." - Wikipédia


Reprodução/Google
Reprodução/Google
Reprodução/Instituo Ricardo Brennand
Reprodução/Google
Museu de cera do Instituto
O ingresso para entrar no instituto custa R$30 a inteira e R$15 a meia entrada (válida para pessoas com deficiência, estudantes, professores e pessoa com mais de 60 anos). Crianças de 7 anos, taxistas e guias de turismo não pagam o ingresso.

O pagamento pode ser feito no dinheiro ou nos cartões de crédito ou débito (Elo, Visa, Mastercard e American Express).


HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO*:
De terça à domingo, das 13h às 17h.
Última entrada às 16h30min.
Os espaços expositivos fecham pontualmente às 17h30min.


*É o que diz no site do Instituto.


 ▴ | Caminhar pela orla da Praia de Boa Viagem

Reprodução/Google
Preciso falar mais alguma coisa? Acho que a foto por si só diz. A vista é linda. Andar pela orla é uma coisa que você TEM que fazer!


 ▴ | Conhecer a feirinha de Boa Viagem


Reprodução/Google
Localizada em frente à Igreja de Nossa Senhora de Boa Viagem*, a feirinha de Boa Viagem acontece todos os dias à partir das 17h e tem como público alvo turistas.

Na feirinha você acha de tudo: lembrancinhas de viagens, jalecos, roupas, saídas de banho, biquíni, bijuterias, bonés, artesanato, tapetes, pano de prato e muitos mais!

Reprodução/TripAdvisor
Reprodução/Viaje Comigo
Reprodução/TripAdvisor
Reprodução/Tem Que Ir
Ah, tem praça de alimentação na feirinha, ela fica na lateral da igreja (barraquinhas azuis da foto de capa).


*Rua Barão de Souza Leão, 62 - Boa Viagem


 ▴ | Marco zero (Praça Rio Branco)


Reprodução/Wikipédia
A praça Rio Branco, também conhecida como Marco Zero, é uma praça que marca o local onde nasceu a cidade de Recife, à beira do Cais do Porto. É à partir desse marco que são feitas todas as medidas oficiais de distâncias rodoviárias locais.

Reprodução/Google
Reprodução/Google
O norte da praça é banhado pelo estuário (local de transição entre um rio e o mar) do porto do Recife, formado pelo rio Capibaribe. O estuário é protegido por um dique (represa ou açude) natural, local onde se encontra o Parque das Esculturas com a famosa obra Coluna de Cristal (coluna de 32m de altura que foi inspirada em uma flor descoberta por Burle Marx) e o Farol do Recife.

Parque das Esculturas. Obra do escultor pernambucano Francisco Brennand.
Reprodução/Wikipédia

 ▴ | Ir à loja de artesanato que tem no Marco Zero


Reprodução/Google
Ao lado da Rosa dos Ventos que tem no Marco Zero, tem a lojinha oficial de artesanatos de Recife. As coisas são bem caras, mas se você é uma pessoa que ama artesanatos ou só quer conhecer mesmo, acho que vale a visita.

Reprodução/Agenda Cultural do Recife
Reprodução/Família Müller

Agora, se você está em Recife e não quer ficar só ali, talvez valha a pena visitar esses lugares:

Cidades próximas à Recife que valem a visita:

 Olinda

Reprodução/Partiu Pelo Mundo
Reprodução/Guia Viajar Melhor
Reprodução/Onde Ficar Em Sua Viagem
Reprodução/Redescobrimento


 Porto de Galinhas

Reprodução/Peixe Urbano
Reprodução/Viajantes Aprendizes
Reprodução/Pousada Encantos de Porto
Reprodução/Estevam Pelo Mundo


 Praia dos Carneiros

Reprodução/Tour On
Reprodução/Booking
Reprodução/Nordeste Brasileiro

É isso. Espero que tenha uma excelente estada em Recife e se apaixone pelo Pernambuco ;)

domingo, 6 de maio de 2018

Uma paixão: saia com moletom

|| || Nenhum comentário
Post dedicado às loucas da saia e do moletom!




| Todas as fotos foram retiradas do We Heart It.

quinta-feira, 3 de maio de 2018

Ideias de escritório para se inspirar!

|| || Nenhum comentário
Abaixo está uma seleção de 9 fotos de escritórios para inspirar vocês! Espero que gostem.




| Fotos retiradas do Pinterest.