quinta-feira, 15 de junho de 2017

Por que 50% dos casamentos acabam em divórcio?

|| ||

Atualmente procura-se a fórmula para um casamento duradouro igual procurava-se ouro no Brasil Colônia. Todos os dias um casal conhecido anuncia o divórcio, chocando e entristecendo as pessoas a sua volta. Cada vez menos as pessoas acreditam no amor, mas por que as coisas estão nesse nível?

Eu, como uma romântica incurável e idealizadora nata, não consigo deixar de acreditar no amor, não consigo acreditar que o problema está no amor, para mim, está claro que o problema está nas pessoas.

As pessoas entram com uma cabeça errada no relacionamento e casam pelo motivo errado. Elas casam pensando que se não gostarem, é só divorciar, mas casamento não é um laboratório para você ficar testando as coisas. Casamento é uma coisa séria, é um pacto para a vida. Você faz promessas na frente de outras pessoas, você jura amor eterno, não pode simplesmente desistir de tudo porque não gostou.

Casamento não é só amor. Casamento é amor, confiança, lealdade, cumplicidade, fidelidade, reciprocidade, renúncia, sacrifícios. Mais que tudo isso, casamento é a vontade de dar certo. Você pode não amar a pessoa com quem se casou, romanticamente falando, mas se os dois querem que o casamento dê certo, ele vai dar certo, porque dessa relação vai nascer admiração, carinho, do carinho vem a vontade de cuidar da pessoa, de querer a felicidade dela, vem a proteção, tudo que é essencial para um casamento bom e feliz.

Eu não consigo entender porque as pessoas se esforçam tanto para o relacionamento dar certo no início, nos primeiros meses, e deixam de se esforçar depois. Será que elas não percebem que isso faz com que a relação caia na rotina e os parceiros procurem por uma coisa nova fora do relacionamento? E isso é culpa dos dois, que não fizeram mais questão de fazer aquilo dar certo.

Outro fator que faz com que 50% dos casamentos acabem em divórcio é casar achando que tudo será igual ao namoro. Não, as coisas não vão ser. Você passará a viver 24h por dia, 7 dias da semana com o parceiro e quando vocês brigarem ou simplesmente enjoarem da cara do outro, não poderão ir para a casa da mamãe ou do papai para se esconder, porque agora vocês são adultos e precisam lidar com seus problemas sozinhos. Tudo que acontecer tem que ficar entre vocês dois, pois a partir do momento que todos têm a liberdade de se meter, o relacionamento deixa de ser uma coisa de dois e passa a ser uma coisa de todo mundo, resultando em brigas.

As pessoas precisam pensar, também, que uma coisa é conviver com o namorado algumas horas, outra coisa é conviver 24h, tendo que lidar com os defeitos dele. Por isso é fundamental pensar muito se é isso que você realmente quer, porque se é um defeito que te incomoda MUITO, nessa convivência de 24h o defeito vai se sobressair e vai começar a te irritar, desarmonizando o lar.

O casamento é uma construção constante, é apaixonar-se pela mesma pessoa todos os dias, é escolher ficar podendo partir, é aquela frase "10 motivos para desistir, 11 para continuar".

Um casamento perfeito é apenas duas pessoas imperfeitas que se recusam a desistir do outro. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário